• Karoline Rodrigues

A importância da pista para um cavalo atleta

Atualizado: 22 de fev.

A pista é o ambiente onde o animal é exercitado durante todo o seu treinamento. Por isso, o chão em que o cavalo pisa é importante para ele como o gramado é para um jogador de futebol, como a quadra é para um jogador de tênis, como a piscina é para um nadador, etc.


Imagem by Woody. Direitos reservados.

Do início da doma dos potros à manutenção de atletas adultos, no dia a dia do treinamento ou nas provas, o solo é item prioritário quando pensamos na estrutura que deve ser observada para animais de performance.


É fato que o solo da pista influencia diretamente no desempenho e na saúde dos cavalos.


Nas provas a pista não pode deixar cavalo e cavaleiro na mão, pois é o momento para o qual eles se prepararam durante dias, meses, anos. É um investimento de diversas pontas da indústria que precisa ser honrado pelos organizadores na hora da competição.


E nos demais dias do ano, em casa, nos haras e centros de treinamento, a manutenção da pista é igualmente importante, para o bem-estar do cavalo e seu desenvolvimento e progresso nos treinos.


Para ilustrar, eis aqui algumas situações práticas que vemos (infelizmente) com frequência, e que têm ligação direta com esse tema:

  • Pista pesada x cavalo com dificuldade de esquiar nos esbarros

  • Base lisa x cavalo que escorrega no círculo

  • Pista muito leve x cavalo que não faz força para esbarrar

  • Base dura ou pista pesada x lesões de ligamentos, tendões e articulações

Para uma boa pista, é preciso:

  1. Uma boa base

  2. Uma boa manutenção.

  3. E quando falamos de manutenção, nos referimos à equipamento adequado, e uma pessoa que entenda o manuseio do equipamento bem como as especificidades do solo, de acordo com seu uso e finalidade.

Preparamos uma sequência de posts sobre o assunto nas próximas semanas em parceria com quem entende e se preocupa com o assunto, então fiquem ligados para saber mais sobre pistas!


Sobre a Bornancin Rastelos e Cavalos

Em 2011, Giovani Bornancin, o fundador da Bornancin Rastelos e Cavalos, esteve no Futurity da NRHA pela primeira vez, onde viu o rastelo produzido pela Kiser Arena Specialists, referência no mercado equestre na fabricação desse equipamento.


Impressionado com sua tecnologia e eficiência, e ao mesmo tempo inconformado com o fato de não haver um produto semelhante no Brasil, retornou da viagem decidido a produzir um equipamento que pudesse atender a necessidade do público nacional, as suas inclusive.


Por ter o acesso ao material e à mão de obra através da sua loja de materiais de construção, Giovani realizou inúmeras pesquisas e testes, e fabricou seu primeiro rastelo em fevereiro de 2012.


Em março, mesmo com o primeiro protótipo ainda em fase de testes, algumas pessoas já sabendo da possibilidade de ter um equipamento tão importante como esse, já fizeram suas encomendas.


Os primeiros clientes - e até hoje continuam sendo - foram os próprios treinadores de Rédeas, que sabem a importância que um bom rastelo tem para o preparo adequado de pistas de provas e treinamento. Hoje, já são mais de 200 equipamentos entregues.


Como usuário do equipamento que ele mesmo produz, fazendo a manutenção diária da sua pista, Giovani conta que foi fazendo ajustes e adaptações ao longo do tempo para que o produto fosse de fácil de usar, prático de manusear e simples de regular.


A durabilidade e resistência também sempre foram uma preocupação do fabricante, e ele acompanha cada produto que já comercializou para avaliar o desempenho dos rastelos bem como a satisfação dos clientes.


Como treinador de cavalos da modalidade de Rédeas, e também juiz oficial ANCR e NRHA, o fundador da Bornancin Rastelos e Cavalos entende as necessidades de quem usa o produto, em casa nos treinos ou em eventos nas competições.


*Este conteúdo foi produzido em parceria com Bornancin Rastelos e Cavalos. Para saber mais sobre os rastelos da Bornancin Rastelos e Cavalos, visite @bornancin.rastelosecavalos.

Posts Relacionados

Ver tudo